Gourmet


Os Pastéis de Nata, delícias de Lisboa

4 anos atrás - Pauline P.

É parecido com um pequeno ‘flan’, muitas vezes comido quente e polvilhado com canela, o pastel de nata tornou-se um emblema da gastronomia de Lisboa. Descubra a origem deste histórico pastel, popular entre os moradores e turistas, e uma receita fácil de levar um pouco de Lisboa para casa!

A História

Pastel de Nata foi criado no início do século XIX pelos monges do Mosteiro dos Jerónimos (Mosteiro dos Jerónimos), localizado na cidade de Belém, que entretanto se tornou um concelho de Lisboa.

O Mosteiro dos Jerónimos de Lisboa

Quando a revolução liberal rebentou em 1820, esta fez com que todos os mosteiros fechassem e todos os monges fossem expulsos. Para sobreviver, um deles decidiu produzir pequenas tortinhas que antes eram feitas em conventos, e vendê-los numa pequena loja ao lado do mosteiro. Belém era então um destino turístico em si mesmo; muitos visitantes viriam a contemplar a Torre de Belém (Torre de Belém) e o Mosteiro. O sucesso destas pequenas tartes foi imediato, e desde 1837, apenas os originais Fábrica dos Pastéis de Belém produzem e vendem a receita original destes bolos renomeados Pastéis de Belém.

O Chá da tarde de Lisboa

Agora podemos encontrá-los por Portugal inteiro, mas também pelo mundo inteiro! O Brasil que evidentemente adotou o pastel, mas mais surpreendente, todo o continente asiático: introduzido através de Macau no momento da presença colonial Português, o pastel de nata seduziu a China, em seguida, Camboja, Malásia, Singapura, Taiwan e Hong Kong. Este sucesso global tornou o pastel de nata numa das 50 melhores comidas do mundo eleitos pelo The Guardian!

A receita

Depois de uma estadia gourmet em Lisboa, gostaria de experimentar um pouco destes sabores portugueses em casa? Siga esta receita rápida e fácil!

  • massa folhada
  • gemas de ovo
  • ovos inteiros
  • 500 ml leite
  • 20g de farinha
  • 250 g açúcar
  • 1 casca de limão orgânico  com cerca 1 cm.

Role a massa folhada sobre si mesmo para fazer uma pequena salsicha e corte fatias de cerca de 1 cm de espessura. Coloque cada fatia numa pequena bandeja para tarte (lisa) e alise-as com o polegar para que a massa cubra a panela.

Dilui-se 20 g de farinha em 500 ml de leite. Bata. Adicione as raspas de limão. Ferva, de seguida, o leite mexendo regularmente. Na primeira fervura, retire do fogo e guarde.

Misture os ovos e gemas de ovos e guarde.

Para a calda: misture 250g de açúcar e um pouco de água (açúcar deve estar húmido). Derreta o açúcar lentamente. Cozinhe a calda até que ela atinja uma temperatura de 107/110 ° C.

Remova-a do lume e adicione a mistura de leite / farinha, mexendo muito e vigorosamente. Retire a casca de limão.

Adicione os ovos e continue a mexer.

Coloque as panelas cheias de massa de pão em folhas de papel vegetal. Preencha 3/4 com creme.

Coza no forno pré-aquecido (250-300 ° C) durante 7 a 10 minutos.

Pronto para provar?

A receita dos Pastéis de Nata